Blogs: uma maneira interessante e barata de comunicação

Blogs: uma maneira interessante e barata de comunicação

Quando os blogs surgiram, em meados da década de 1990, parecia mais uma nova moda do que uma realidade. Assim como a Internet, aos poucos o blog foi se consolidando como uma forma de comunicação das empresas com seus clientes e hoje é utilizado por várias delas.

Os blogs têm algumas características:

Informação: mostram o que a empresa está fazendo no momento, quais são suas prioridades, seus lançamentos e novidades.

Interação: os blogs permitem um relacionamento de duas vias; ou seja, qualquer um pode comentar e deixar sua opinião sobre a empresa, seus serviços ou produtos. A relação, portanto, deixa de ser estática e passa a ser dinâmica e viva. Assim, as empresas podem também perguntar a opinião de seus clientes com o objetivo de iniciar um conversa franca para melhorar seu desempenho, para validar novos conceitos ou até para ter idéias para um lançamento.

Publicidade: antes do surgimento dos blogs, a única forma de se fazer publicidade era por meio da divulgação de press releases para a imprensa, realização de eventos ou entrevistas. No entanto, a empresa ficava dependente do que o meio de comunicação (jornais, televisões, revistas) publicaria. Esta situação gerava erros de interpretação dos jornalistas ou uma entrevistas de cinco horas acabava sendo resumida em vinte linhas no jornal ou em vinte segundos na televisão. Os blogs, por outro lado, tornaram possível às empresas publicarem a sua versão dos fatos, sem cortes ou erros.

Autenticidade: blogs devem ser autênticos e com linguagem direta e pessoal. As pessoas não agüentam a linguagem pasteurizada e mercadológica das empresas que acabam dizendo somente maravilhas sobre seus produtos. O que se quer é criar um relacionamento próximo e informal no qual todos percebam que se está lendo um blog de pessoas e não de mensagens publicitárias (veja o exemplo do blog RH Resultado feito por João Guilherme Alves, executivo de RH).

Transformação de clientes insatisfeitos em apóstolos: quando um cliente publica uma reclamação, seja no seu próprio blog ou no da empresa, é possível responder imediatamente ao questionamento e também apresentar uma solução.  Se o processo for bem conduzido, um cliente insatisfeito poderá se tornar um apóstolo, passando a falar bem de sua empresa para uma grande quantidade de pessoas.

Blog interno: além do uso externo, os blogs também têm muita utilidade na comunicação interna da empresa. Algumas finalidades: comunicação de projetos e de seu andamento, marketing interno, envolvimento dos funcionários com a empresa, geração de idéias, entre outros. Segundo Jeremy Wright, autor do livro “Blog Marketing”, o blog interno pode ser bastante útil:

“Uma estratégia de blogging devidamente implementada aumentará a comunicação tanto da empresa para com os funcionários como entre pessoas de mentalidade parecida; reduzirá o número de e-mails, permitindo que ocorram debates cronológicos; gerará novas idéias; tornará sua empresa mais fluida e dinâmica; e fortalecerá seu pessoal. O resultado final de uma estratégia de blogging devidamente implementada são funcionários mais felizes, mais motivados e, por fim, mais eficientes, o que não é ruim.”

Como iniciar um blog e como rastreá-lo

Existem diversos sites onde se pode criar blogs:

TypePad: possui diversos pacotes de criação de blog, variando de US$ 4,95 a US$ 89,95 por mês. O TypePad oferece diversos recursos, permitindo um alto grau de personalização do blog, além de suporte profissional.

Blog UOL: basta se registrar para criar um blog de forma gratuita.

Blogger: é a plataforma de blog do Google. É possível criar um novo blog rapidamente e de forma gratuita.

Movable Type: não é uma plataforma tão amigável quanto o TypePad, UOL ou Blogger. Foi desenhado para fins comerciais e para pessoas com uma facilidade maior na linguagem HTML. Disponibiliza download de versões gratuitas de seu software para pessoas físicas. No caso de empresas, existe um custo dependendo da quantidade de usuários.

Após criar seu blog e começar a publicar artigos e notícias, será importante também rastrear o que está ocorrendo na Internet. É importante saber o que as pessoas estão falando sobre sua empresa, tanto os comentários positivos quanto os negativos. Além disso, também será importante rastrear o que é falado sobre os concorrentes e, finalmente, sobre o mercado em que a empresa atua.

Existem alguns sites especializados neste assunto:

Technorati: permite saber quantos blogs colocaram links direcionados ao seu. Além disso, permite também saber quantas pessoas estão se ligando aos seus concorrentes.

Blog Pulse: neste site é possível buscar palavras em blogs, saber quantas vezes sua empresa foi mencionada em artigos e também comparar o número de menções de seu negócio versus os concorrentes. No exemplo abaixo, podemos ver a quantidade de publicações em blogs com as palavras Apple, Microsoft e Google:

blog

Dicas sobre blogging

Como vimos, o blog tornou-se uma ferramenta bastante interessante, importante e barata para fazer uma comunicação mais próxima com os clientes. Para pequenas empresas, esta estratégia é ainda mais interessante porque ajuda a melhorar a colocação nos sites de busca, além de melhorar a exposição da marca (leia também esta reportagem do Estadão).

Para obter sucesso com os blogs, abaixo listamos algumas dicas:

1) Escreva constantemente e utilize feeds de RSS para que seus leitores fiquem sempre atualizados com as novidades.

2) Seja autêntico e escreva com paixão. Seus clientes não querem ouvir uma mensagem publicitária.

3) Interaja com os leitores para criar uma conversa. Assim, será possível receber feedback do desempenho da empresa, ter novas idéias e criar um relacionamento com os clientes.

4) Crie diversos links: esta é uma forma de mostrar aos leitores quais são seus interesses, mas também de deixar seu blog visível para outros blogueiros. Eles acabam descobrindo seu blog quando um link é criado para o deles.

5) Acompanhe o desempenho de seu blog em ferramentas como o Technorati e o Blog Pulse, comentados anteriormente.

6) Faça comentários em outros blogs que tenham relação com o seu. Esta é uma forma de se tornar visível para outros blogueiros e também para pessoas que possam se interessar pela sua empresa.

7) Responda rapidamente a questionamentos e publicações negativas em seu blog com o objetivo de transformar clientes insatisfeitos em apóstolos.

Sobre o Autor

Antonio Pedro Alves é formado em administração pela FGV, com MBA em Marketing pela FIA-USP, além de diversas especializações, inclusive na HEC, na França. Atuou em diversas multinacionais, na venda direta, na indústria e no varejo, entre elas o Grupo Pão de Açúcar, Wal-Mart, Reckitt Benckiser e Avon. É executivo de marketing, palestrante e consultor.

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − 9 =