Pedir a conta e recebê-la com rapidez é quase impossível

Pedir a conta e recebê-la com rapidez é quase impossível

Você chega num restaurante badalado ao meio-dia, não enfrenta filas e logo senta numa mesa agradável e arejada. Em seguida, olha o menu com atenção e acaba por pedir um filé com fritas e um suco de laranja. É atendido por um garçom simpático que lhe pergunta se aceita o couvert. Após alguns minutos, chega o prato e você almoça com certa tranqüilidade saboreando cada pedaço do filé, que é uma das especialidades da casa. Ao terminar, chama o garçom para pedir um café e a conta, já que você precisa voltar logo para mandar alguns emails e para fazer uma reunião com seu chefe.

Até este momento, tudo está caminhando bem, mas a conta começa a demorar. Vem o café, e nada. Você cobra o garçom e ele lhe diz: “É pra já, doutor, vou ver o que está acontecendo”. E nada. Depois de longos 15 minutos, vem a conta, mas errada. Você protesta dizendo que não pediu uma lasanha ao molho de quatro queijos e que está com pressa. Mais alguns longos minutos e finalmente a conta aparece, mas o garçom a deixa e logo some. “E cadê a maquininha do cartão?”, você pensa. Só que não dá tempo de avisar, porque ele já não está por perto. “E eu que queria sair logo daqui”, você resmunga e começa a perder a paciência. Lá fora a fila do restaurante começa a tomar corpo e a ficar cada vez maior, com a hostess anunciando que a espera é de 40 minutos. Finalmente a máquina do cartão aparece e você consegue pagar, podendo enfim deixar o lugar.

Esta situação narrada aqui lhe parece familiar? Em quase todo o tipo de bar ou restaurante no Brasil, pedir e receber a conta com rapidez é uma tarefa difícil e demorada e que acaba muitas vezes por irritar o cliente. Por outro lado, em países da Europa e nos Estados Unidos, a conta é rapidamente entregue na mesa após a refeição e a cobrança também é efetuada sem demoras.

Portanto, trata-se de um erro comum, mas fácil de ser consertado. Corrigindo este problema, pode-se não só melhorar o relacionamento com o cliente, mas também aumentar o giro, liberando mesas para que outras pessoas possam consumir.

Como melhorar a entrega da conta

contaO primeiro passo para que a conta seja entregue com rapidez é possuir um sistema ágil e rápido o suficiente para que o processo de fechamento não seja demorado. Se o restaurante ou bar for pequeno, não é preciso investir uma grande quantidade de dinheiro em um sistema moderno; o importante é ter organização e disciplina para que o cliente não fique esperando.

O segundo passo é fazer o treinamento da equipe de garçons. Uma dica simples e fácil ajuda a evitar erros na conta, como os que foram narrados na nossa história: o garçom deve confirmar o pedido com o cliente logo após ter feito as suas anotações. Ele poderia dizer o seguinte: “Os senhor pediu um suco de laranja, sem açúcar e com gelo, e um filé com fritas. Está correto?”. Esta checagem é importante para evitar erros no pedido e na conta, que poderiam atrasar a saída do cliente do estabelecimento.

Outra dica importante é treinar o garçom para perguntar aos clientes qual será o meio de pagamento no mesmo momento que pedirem a conta. Se forem pagar com cartão de crédito, por exemplo, a maquininha já poderá ser trazida junto com a conta, o que economizaria um bom tempo, que geralmente é perdido. Por outro lado, se os clientes forem pagar com cheque, o garçom já deverá deixar algumas canetas na mesa para agilizar o pagamento.

Finalmente, é muito importante ter máquinas de cartão de crédito que sejam sem fio, já que estas máquinas evitam que o cliente tenha que se levantar para digitar a senha quando se tratar de cartão de débito ou de cartão de crédito com chip.

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − doze =