Ativação

Surpresas são bem-vindas

Uma forma de chamar a atenção de consumidores é tirá-los do lugar comum. Mostrei em posts anteriores alguns exemplos de ações que saem da mesmice e realmente dão o que falar, como no caso da operadora T-Mobile (Como fazer marketing pensando fora da caixa). Muitas destas ações se enquadram no conceito de flash mob, que nada mais é do que juntar um grupo de pessoas num determinado local para realizar uma atividade previamente combinada, sem que o público em […]

Surpreendendo o Consumidor

A Natura fez uma ação de marketing bastante inteligente com o Natura Plant, linha para cabelos da empresa de venda direta.
Os clientes, ao comprarem um ingresso para o Cinemark no site ingresso.com, eram convidados a gravar um elogio aos cabelos de suas mulheres. O que elas menos esperariam, no entanto, seria que o elogio fosse parar na própria tela do cinema, o que ocorreu de fato.
A reação genuína dos clientes e sua surpresa ao se depararem com a mensagem […]

O cliente nem sempre tem a razão

O cinema Alamo Drafthouse, localizado em Austin, Texas, colocou no Youtube um recado deixado na sua caixa postal por um de seus clientes.  Trata-se de uma mensagem mal-educada reclamando veementemente do tratamento recebido (com diversos palavrões, inclusive), já que a pessoa havia sido expulsa da sessão após usar o celular para enviar mensagens de texto.
A regra da Alamo é simples: se um consumidor falar ou enviar mensagens de texto durante a sessão, será expulso. Aliás, uma regra bem justa e que vários cinemas […]

Branding no banheiro

A Sega resolveu inovar radicalmente ao desenvolver uma linha de games totalmente inusitada, chamada Toylets. Em banheiros públicos no Japão, a empresa instalou novos videogames que permitem às pessoas se divertirem e esvaziarem a bexiga ao mesmo tempo.
Os jogos são bastante criativos. Em um deles, quanto maior for a força de seu jato de urina, mais rapidamente uma parede com grafite é limpa. Em outro, compete-se em um ringue de sumô contra o jogador anterior. A lógica […]

Medindo o atendimento

Quando trabalhei no varejo, tempos atrás, tínhamos um desafio de melhorar a avaliação das lojas, o que, diga-se de passagem, é uma tarefa nada fácil.
São muitas as variáveis que influenciam a percepção do cliente, como rapidez nos caixas, sortimento adequado, limpeza, atendimento, qualidade dos produtos, organização das gôndolas, preços, entre outros.
Para medir cada um destes fatores, pode-se realizar pesquisas com consumidores no entorno da loja, seja por telefone ou presencialmente. Nelas, aplica-se um questionário no qual o cliente atribui […]

Desembrulhando o problema da embalagem

Em 2008, a Amazon lançou uma campanha interessante com o objetivo de livrar os consumidores da frustração que sentem quando tentam abrir as embalagens dos produtos que compram (chamado nos EUA de “wrap rage”).
A ideia da empresa foi começar a comercializar seus itens mais vendidos com pacotes simplificados, sem a grande quantidade de plástico ou cartucho que normalmente os acompanham. Com isso, os clientes teriam maior facilidade de montar brinquedos, por exemplo, que muitas vezes são quase impossíveis […]

Como fazer marketing pensando fora da caixa

A T-Mobile, operadora inglesa de celulares, juntamente com a agência Saatchi & Saatchi, criaram uma campanha bastante inovadora para divulgar o novo posicionamento da empresa de telefonia: life’s for sharing (a vida é para compartilhar).
Para poder refletir o novo equity da marca, a agência plantou diversos dançarinos profissionais numa estação de Liverpool, sem que os transeuntes soubessem do que se tratava. Quando menos esperavam, uma música alta começou a tocar e as pessoas a dançarem. O resultado não poderia […]

Juntos

A agência Talent criou uma ação genial e inovadora juntando dois concorrentes históricos: a Folha e o Estadão. O objetivo da propaganda era divulgar a nova campanha do Banco Santander, na qual é explorada a ideia de se tomar decisões levando-se em conta pontos de vista diferentes.
Os assinantes de cada um dos jornais receberam um exemplar da Folha e um do Estadão, que vinham envoltos num plástico com a mensagem da campanha (intilulada “Juntos”), além de maiores informações na primeira página […]

Por que não deixar as coisas mais divertidas?

A Volkswagen da Suécia criou uma iniciativa muito interessante para provar que o modo mais fácil de se mudar o comportamento das pessoas é por meio do bom humor e da diversão. O objetivo era chamar a atenção da população para ações realmente diferentes (fossem elas voltadas para meio-ambiente, sociedade etc.), mas que  representassem mudanças para algo melhor.
A montadora, a partir desta ideia, criou um site chamado The Fun Theory, para que os internautas pudessem publicar suas sugestões e […]