Como melhorar a gestão da sua loja e vender mais?

Como melhorar a gestão da sua loja e vender mais?

Em um cenário de crise e com um mercado cada vez mais competitivo, cada cliente potencial está sendo disputado com unhas e dentes pela concorrência. Para garantir que a sua loja se destaque e cresça, investir em melhoria de processos é essencial. Uma boa gestão reflete positivamente no funcionamento de todo o seu negócio e tem o potencial de alavancar as suas vendas. Quer saber como melhorar o seu processo de gestão e aumentar as vendas da sua loja? Então não deixe de conferir as 7 dicas simples e práticas que nossa equipe preparou para você, gestor:

#1. Possua uma identidade da marca bem definida

Muito mais do simplesmente comprar um produto na sua loja, o que o consumidor atual busca é investir numa relação com uma marca da qual ele partilhe os valores e a forma de ver o mundo. A longo prazo, é a identificação do cliente com a marca que será o diferencial no processo de fidelização do consumidor. Já dá para perceber o porquê de uma identidade de marca bem definida ser algo tão importante para as suas vendas, não é mesmo?

Na hora de criar a identidade da sua marca, é importante ir além da identidade visual. Busque definir qual é a essência por trás da sua marca, quais os valores dela, qual sua missão, e assim por diante. Na dúvida, vale sempre contar com a orientação de uma consultoria especializada.

#2. Mantenha sua equipe bem treinada e motivada

Garantir que a sua equipe de vendas saiba exatamente a que veio é tão ou mais importante que os seus investimentos na qualidade do produto ou serviço que a sua loja comercializa. Afinal, toda venda parte, antes de mais nada, do estabelecimento de uma relação entre duas pessoas: o seu vendedor e o seu cliente potencial.

Por isso, o cuidado com a equipe de vendas deve começar já no processo seletivo: escolha profissionais que gostem de trabalhar com pessoas e que demonstrem aptidão comunicativa e inteligência interpessoal.

Realize treinamentos constantes, buscando informar sobre todos os aspectos dos produtos ou serviços oferecidos, sobre a identidade e a história da sua marca, sobre o status atual da sua marca no mercado e as práticas da concorrência, sobre técnicas de vendas, etc. A sua equipe deve ter confiança de estar vendendo a melhor solução para a situação que levou o cliente até a sua loja: essa confiança é transmitida ao cliente no momento da venda e faz toda a diferença na sua taxa de conversão de vendas. Não mantenha na equipe funcionários que não acreditam na sua empresa.

Por fim, não deixe de incentivar a sua equipe de vendas: comissões de vendas e bonificações em ocasiões especiais são sempre bem vindas, mas o essencial é sempre o reconhecimento do serviço bem feito.

#3. Estude o mercado

Conhecer a situação do mercado em que a sua empresa atua tem um impacto direto em diversos setores da sua empresa, a começar pelos preços praticados e pela estratégia de marketing adotada. É preciso entender as tendências e hábitos de consumo já consolidados no mercado, bem como identificar as estratégias e os produtos que são oferecidos pela sua concorrência. Somente assim a sua empresa poderá se planejar para responder a esse cenário.

#4. Conheça o seu público

Toda ação de divulgação dos seus produtos precisa ser direcionada a um público específico: daí a importância em saber para quem você está vendendo. O seu público-alvo vai determinar a mensagem que será veiculada nas ações de marketing, o tom em que essa mensagem será transmitida e até mesmo os meios em que essa ação de marketing será realizada (meio físico, digital, etc).

Consulte os dados referentes à fatia de mercado em que você atua e os cadastros dos clientes que já frequentam a sua loja: procure perceber os dados demográficos desses consumidores – qual a idade predominante? qual o gênero? qual a renda média?

Além disso, tenha clareza do público com o qual você quer trabalhar. Para além das ações de marketing, a delimitação do seu público alvo será vital para outras atividades da empresa, como determinação de preços, localização física das lojas, e assim por diante.

#5. Estabeleça metas claras e tangíveis

A partir da análise de mercado, estabeleça projeções de venda e de crescimento que sejam compatíveis com a situação e as tendências do seu segmento de atuação. O estabelecimento de metas é essencial para a gestão de vendas, além de servir como mais um motivador para a atuação da sua equipe de vendas.

#6. Melhore a comunicação com o cliente

As vendas do século XXI são acima de tudo vendas de relacionamento. Por isso, invista na comunicação com o cliente, oferecendo uma variedade de canais de comunicação – site próprio, páginas em rede social, blogs e Whatsapp são ferramentas que facilitam o contato e que podem fazer a diferença na hora de alavancar suas vendas.

Não deixe de movimentar o blog e as páginas da loja com conteúdo que seja relevante e que possa despertar no cliente o interesse em compartilhar a publicação: afinal, a internet está aí também para ajudar a sua marca a se tornar melhor conhecida.

#7. Controle seus estoques de forma eficiente

Embora esta seja a última dica, ela não é nem de longe a menos importante. Se você trabalha com vendas, precisa monitorar constantemente a flutuação dos seus estoques – primeiro, porque eles representam um capital investido cujo retorno dependerá da sua gestão; segundo, porque a situação dos seus estoques fornece informações importantes para a definição das suas estratégias de venda.

Ao identificar um produto com alta rotatividade em estoque, você, gestor, pode optar por investir na aquisição ou produção de um maior volume desse item. Por outro lado, ao identificar itens parados em estoque, você pode buscar determinar qual a melhor estratégia para girar esse capital “parado” e em depreciação – promoções de venda, divulgação, etc.

Nossa sugestão para uma gestão eficiente dos seus estoques é o investimento em um sistema informatizado de gestão: um ERP online. Um bom exemplo de um sistema ERP online é o serviço da Gestão Click: ele oferece maior  agilidade e rapidez  no  controle de vendas e gestão de estoque, um controle financeiro mais eficiente das contas a pagar e a receber, a possibilidade de trabalhar com um sistema PDV, além da emissão de notas fiscais eletrônicas e boletos pelo próprio ERP, que disponibiliza ainda um sistema de conciliação bancária. Tudo isso com a comodidade de um sistema online, que não requer grandes investimentos iniciais em hardware e que é acessível 24 horas por dia, a partir de qualquer computador com acesso a internet.

Um bom sistema ERP  vai melhorar a gestão da sua empresa, fornecendo uma série de recursos para gestão estratégica e impulsionando as suas vendas.

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − nove =