Empreendedor: você sabe qual o nome do seu gerente do banco?

Empreendedor: você sabe qual o nome do seu gerente do banco?

Esta é uma pergunta bastante simples, mas que muitos micro ou pequenos empresários não sabem responder. O gerente do banco deixou de ser, há muito tempo, aquela pessoa que somente fornecia informações, tornando-se uma peça importante para o desenvolvimento de qualquer empresa, uma vez que ele possui um considerável poder de decisão ou acaba tendo bastante influência nela.

Você emprestaria dinheiro para alguém que nunca viu na vida? Esta é a visão de um gerente bancário hoje, que é mais voltado para relacionamento. Ou seja, se souber quem é você, conhecer o trabalho da sua empresa ou tiver conhecimento dos seus planos futuros, isso não garantirá necessariamente um empréstimo, mas com certeza fará com que analise com bons olhos sua necessidade.

executivos2Disponibilize, desta forma, uma ou duas horas no mês para visitar seu gerente na agência bancária, convide-o para um almoço num bom restaurante ou, melhor ainda, convide-o para um café na sua empresa.  Esta é uma grande oportunidade para apresentar a ele o trabalho desenvolvido no seu empreendimento; se for uma indústria, leve-o para conhecer sua fábrica; se for um comércio, mostre seus principais produtos; e, se trabalhar com serviços, mostre alguns projetos já desenvolvidos.

Apresente ao seu novo parceiro quais os planos de desenvolvimento da sua empresa para os próximos dez anos, mapeie o mercado que atua e quais são suas mudanças previstas e, como sua empresa pretende vencer este novo desafio, fale também de suas parcerias com fornecedores e clientes.

Portanto, levante-se da cadeira, saia da frente da sua máquina da fábrica ou saia de trás do balcão e conquiste seu novo parceiro. Um dia poderá precisar dele e, quando este dia chegar, tudo será mais fácil se ele o conhecer e se tiver conhecimento dos planos da sua empresa.

Lembre-se que para ser empreendedor nos dias de hoje, não basta ser gênio na sua atividade, deve-se também ter um bom relacionamento interpessoal, uma vez que este se tornou uma das ferramentas mais importantes para o equilíbrio das empresas.

Sobre o autor

Gledson Magalhães, é pós-graduado em finanças e controladoria pelo INPG (Instituto Nacional de Pós-Graduação) e graduado em administração de empresas pela Faculdade Oswaldo Cruz. É professor da UNINOVE nas disciplinas de Empreendedorismo, Empreendedorismo Social e Ambiental e Administração Estratégica. Também atua como instrutor do SEBRAE-SP, consultor e palestrante na área de empreendedorismo.

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze + três =